O Cônsul da Itália se reuniu com a equipe da Ouvidoria de Turismo

O Escritório de Turismo da Cidade de Buenos Aires se reuniu ontem com o Cônsul da Itália em Buenos Aires, Dr.. Antonio Puggioni, com o objetivo de trocar experiências em tempos de coronavírus e falar sobre turismo pós-pandêmico. Este encontro faz parte do trabalho que a organização portenha vem realizando por meio da comunicação direta com diplomatas de consulados e embaixadas de diferentes países da cidade..

A equipe do Provedor de Justiça Turística era composta pelo Dr.. Cintia de Bruno, Diretor da Gestão Executiva de Direitos do Turismo; Lic. Cindy Barnoin, Coordenador Operacional de Desenvolvimento e Divulgação dos Direitos do Turista, e os assessores de direito e turismo: Dra. Mariela Saleh, Dra. Florencia Dadic, Lic. Giselle Negri e Dra. Mercedes Adrogué.

Durante o encontro foram discutidos assuntos relacionados ao problema atual que nos aflige. Posição da Ouvidoria foi exposta sobre alguns casos recebidos como, por ejemplo, de reclamações de pacotes turísticos e voos cancelados.

Do consulado explicaram qual é a situação atual na Itália em relação ao turismo e informaram que seu governo publica um decreto quinzenal ou mensal elaborado por epidemiologistas onde é apresentada a lista de países autorizados a entrar na Itália., para além dos que constituem a União Europeia, que nela podem circular livremente. O novo decreto será publicado a partir de 15 de outubro, onde será analisada a situação de cada país em particular em relação às infecções por coronavírus.

Na atualidade, A Argentina é um dos países autorizados a seus concidadãos viajarem para a Itália, mas apenas por razões familiares, trabalhar ou estudar, deixando de lado os turistas. O protocolo exige o preenchimento e envio de um formulário na chegada à Itália. Para mais informacao, recomenda-se visitar o seguinte site: https://reopen.europa.eu/es/map/ITA

Em relação às reivindicações, Dr.. Puggioni alertou que os regulamentos da União Europeia são rígidos, pelo qual, nenhuma medida específica foi implementada pela Covid-19. Portanto, as companhias aéreas devem reembolsar o dinheiro no prazo máximo de um ano.

Por outro lado, os trabalhos realizados entre a Provedoria do Turismo e a gestão anterior do Consulado no que se refere ao documento “Passaporte para os seus Direitos- Passaporte para seus direitos ", que foi realizado com o objetivo principal de estreitar os laços entre Argentina e Itália, e estabelecer uma conexão direta entre as duas instituições para garantir uma estadia satisfatória para os turistas italianos que visitam a Cidade de Buenos Aires. Os participantes do encontro concordaram em reformular o “Passaporte a Seus Direitos” e agregar normas relativas ao turista como consumidor e seus direitos no território da Cidade de Buenos Aires e do país.. também, Decidiu-se reforçar a seção de saúde para dar maior ênfase a esta questão, dadas as circunstâncias globais.

Además, foi acordada a importância de divulgar informações úteis aos turistas italianos que visitam nosso país, dos diferentes canais online. Embora o site da Embaixada da Itália já tenha um link de acesso ao do Gabinete do Provedor de Justiça, O cônsul prometeu solicitar o link para o site da Provedoria do Turismo da Unidade de Crise do Governo italiano.